Ajudas á cessação

Na Europa, 29% dos indivíduos identificam-se como fumadores. Alguns países da Europa têm taxas alarmantes de consumo de tabaco; 40% dos adultos gregos fumam regularmente.

Introdução

Fumar e mascar tabaco estão diretamente relacionados com 650.000 mortes por ano na Europa, que é cerca de 14% de todas as mortes.

As pessoas têm necessidades diferentes quando tentam a cessação total, alguns requerem apoio interpessoal intensivo com farmacoterapia e outros são capazes de abandonar sem necessidade de ajuda.

Os sintomas físicos de abstinência podem ser tratados através da terapia de reposição de nicotina (NRT).

Existem outros medicamentos que podem ser usados ao lado de NRT para ajudar a manter a cessação em indivíduos motivados. Exemplos disso incluem Bupropion, Varenicline, Clonidina e Nortriptilina, que podem ser prescritos por serviços especializados de apoio a cessação tabagica ou profissionais médicos.

Para as pessoas que precisam de apoio face a face para auxiliar na cessação, existem serviços que podem oferecer aconselhamento.

Sem ajuda, os estudos mostram que a taxa de fumadores que conseguem parar de fumar geralmente é 2-4%.

Para aqueles que procuram apoio, juntamente com a farmacoterapia, essas taxas podem aumentar para 15-20%.

 

Serviços de apoio a cessação tabagica

A comunicação eficaz durante a cessação do tabagismo é uma das facetas mais importantes para incentivar a redução de potenciais comportamentos nocivos.

Várias modalidades de comunicação podem ser utilizadas durante a cessação; apresentações didáticas, demonstração de vídeo, exercícios de prática e estudos de caso em sessões individuais e de grupo. As intervenções telefónicas também demonstraram ser benéficas em comparação com os que tentam sozinhos deixar de fumar, outras tecnologias mostraram também ser benéficas.

Terapia individual

Envolve compromissos presenciais com um terapeuta especializado em apoio a cessação tabagica. A intervenção pode variar em intensidade, no entanto, não há evidências de que uma intervenção mais intensa aumente o sucesso da cessação. A entrevista motivacional é parte integrante desta abordagem e é centrada no paciente, projetada para ser modificada de acordo com o paciente e a sua aproximação á cessação. A abordagem individual tende a incluir sessões ao longo de várias semanas, aumentando o número ou o tempo das sessões mostraram mais eficácia.

Terapia de Grupo

Revela-se útil nas tentativas de cessação em comparação com outras intervenções menos intensivas, porém não se mostrou melhor ou pior do que o aconselhamento individual (Stead, 2001). As intervenções em grupo podem incluir treinamento de habilidades, componentes de gerenciamento de humor e manipulação de dinâmicas de grupo (Stead 2005). A terapia de grupo permite a interação e o suporte entre pares e muitas vezes é combinada com terapia de reposição de nicotina.

Apoio telefónico e tecnológico

as intervenções telefónicas parece ser dependente da dose, com aumento da intervenção por telefone aumenta a hipótese de cessação bem-sucedida. O apoio telefónico pode oferecer informações, mensagens gravadas ou aconselhamento pessoal. A intervenção telefónica é útil para fumadores que consideram parar de fumar e indivíduos que acabaram de deixar de fumar. Também fornece intervenção para indivíduos que podem não ter tempo ou recursos suficientes para participar em sessões de grupo ou individuais de cessação tabagica.

Terapia de reposição de nicotina

Todas as formas de terapia de reposição de nicotina demonstraram ser benéficas na cessação do tabagismo a longo prazo, quase duplicando as taxas de sucesso. NRT pode assumir a forma de pastilhas, adesivos para a pele, inaladores, pulverizações nasais e orais. É um componente frequente das estratégias de cessação do tabagismo, pois reduz os efeitos fisiológicos da cessação, proporcionando nicotina para reduzir os efeitos da abstinência.

Um gráfico de prós e contras de diferentes modalidades de cessação do tabagismo

Produto

Prós

Contras

Inalador

-Alivia a adição psicológica

-Mais efetivo que a pastilha elástica de nicotina

-Doseamento flexível

-Absorção rápida da nicotina

-Reforça a adição psicológica de fumar

-Mais caro comparativamente

-Não pode ser usado discretamente

-Pode irritar a boca e garganta

-Não pode ser usado antes de comer ou beber reduz a eficácia

Spray oral

-Mais efetivo que a pastilha elástica de nicotina

-Dosagem flexível

-Absorção rápida da nicotina

-Gosto pouco agradável

-Tem que segurar o spray na boca, dificuldade em falar enquanto usa

-Pode irritar a boca e garganta

-Não pode ser usado antes de comer ou beber reduz a eficácia

Pastilhas Elásticas

-Dose mais flexível que os adesivos

-Mastigar pode distrair do desejo de fumar

-Discreto

-Pode ser enganadora, não é para ser usada como uma PE normal, mastiga-se e guarda-se nos sulcos.

-Tem que ser usada frequentemente para manter os níveis de nicotina

-Não pode ser usado antes de comer ou beber reduz a eficácia

Pastilhas (PE)

-Fácil de usar

-Dosagem flexível

-Aporta mais nicotina que a PE

-Não podem ser mastigadas ou engolidas

-Os utilizadores queixam-se de náuseas

-Não pode ser usado antes de comer ou beber reduz a eficácia

Spray Nasal

-Mais efetivo que a pastilha elástica de nicotina

-Dosagem flexível

-Aporta mais nicotina que a PE

-A comida e bebida não tem efeito na absorção ao contrario dos NRT orais

-Pode causar irritação nasal e ocular

-Uso frequente para manter os níveis de nicotina

Adesivo pele

-Fácil de usar

-Barato

-Só precisa de ser aplicado uma vez dia

-Efeitos adversos limitados

-Discreto

-Dosagem não flexível

-Absorção pode ser lenta

-Maior percentagem de recaída nos pacientes que usam este NRT

Deve notar-se que as pastilhas elásticas e adesivos da pele não fornecem 100% de reposição de nicotina, o que significa que combinações de diferentes NRT podem ajudar os fumadores pesados, por exemplo, PE e Adesivo da pele juntos. Podemos usar o seguinte gráfico simples para avaliar a dependência da nicotina em pacientes, que é:

A adaptação de Heatherton do teste Fagerstrom do vício em nicotina

Questões

Respostas

Pontos

Quanto tempo após acordar fuma o primeiro cigarro?

Nos primeiros 5 mints

6-10 minutos

31-60 minutos

Após 60 minutos

3

2

1

0

Sente dificuldade em não fumar nos locais em que é proibido?

Sim

 

Não

1

 

0

Qual é o cigarro que mais dificuldade teria em abdicar?

Primeiro da manhã

 

Outro

1

 

0

Quantos cigarros por dia fuma?

0-10

11-20

21-30

+31

0

1

2

3

Fuma mais nas primeiras horas após acordar ou no resto do dia?

Sim

Não

1

0

Fuma quando está tão doente que está na cama?

Sim

 

Não

1

 

0

 

Total(/10)

 

O seguinte é um quadro para mostrar as doses sugeridas de terapias de reposição de nicotina com base na dependência acima. A figura abaixo só deve ser usada como uma sugestão, com os profissionais identificando diretrizes locais, se necessário.

Sugeriu doses de NRT, adaptadas do Departamento de Orientação da Saúde do Governo da Austrália Ocidental
Nível Dependência Dose de NRT Terapia Combinada
Elevada

-Adesivo: 21mg/24hr ou 15mg/16hr

-Inalador: 6-12 cartuchos/dia

-Pastilha: 4mg a cada 1-2 horas sugado/chupado. *

-PE: 4mg a cada 1-2 horas. Deve ser mastigada e colocada na bochecha. *

-Adesivo: 21mg/24hr ou 15mg/16hr

 

E

 

-Pastilha/PE 2mg a cada 1- 2 horas. **

Moderada

-Adesivo: 21mg/24hr ou 15mg/16hr

-Inalador: 6-12 cartuchos/dia

-Pastilha: 4mg a cada 1-2 horas sugado/chupado. *

-PE: 4mg a cada 1-2 horas. Deve ser mastigada e colocada na bochecha. *

-Adesivo: 21mg/24hr ou 15mg/16hr

 

E

 

-Pastilha/PE 2mg a cada 1-2 horas. *

Baixa a Moderada

-Adesivo: 14mg/24hr ou 10mg/16hr

-Inalador: 6-12 cartuchos/dia

-Pastilha: 2mg a cada 1-2 horas sugado/chupado. *

-PE: 2mg a cada 1-2 horas. Deve ser mastigada e colocada na bochecha. *

-Adesivo: 14mg/24hr ou 10mg/16hr

 

E

 

-Pastilha/PE 2mg a cada 4-6 horas. *

Baixa

Pode não precisar dos NRT, mas se surgirem sintomas de abstinência:

-Adesivo: 7mg/24hr ou 5mg/16hr

-Pastilha: 2mg a cada 4-6 horas sugado/chupado. *

-PE: 2mg a cada 4-6 horas. Deve ser mastigada e colocada na bochecha. *

 * Máximo 20 pastilhas/24 hr quando usadas sozinhas
** Máximo 12 pastilhas ou PE em 24 horas na terapia combinada

Farmacoterapia (Vareniclina, Bupropiona, Clonidina e Nortriptilina)

Vareniclina

Varenicline (Champix)

Este fármaco bloqueia os receptores nicotínicos no cérebro, removendo as sensações agradáveis experimentadas ao fumar um cigarro. Qualquer medicamento que deve ser tomado por via oral pode resultar em efeitos colaterais para o paciente. O efeito colateral mais comum da vareniclina é a náusea, que é experimentado por 33,5% dos usuários.

Existem relatos de eventos adversos neuropsiquiátricos mais graves, como depressão e comportamento suicida, no entanto, uma busca na literatura oferece evidências muito limitadas de tais ocorrências

Bupropriona

Exerce o seu efeito principalmente através da inibição da recaptação da dopamina, o que atenua os sintomas de abstinência ao prolongar a presença desse neurotransmissor dentro das vesículas neuronais sinápticas. Tem efeitos colaterais tais como náuseas, tonturas e vômitos que são facilmente ultrapassáveis. Os efeitos colaterais mais graves incluem alucinações e convulsões, embora estes sejam muito raros, com risco de convulsões relatados pela GlaxoSmithKline (2006) em 0,1%.

 

 

Em relação aos dois tratamentos de farmacoterapia de primeira linha, ambos têm aproximadamente a mesma taxa de sucesso, cessação tabagica, após 2 anos, embora a Vareniclina parece ser um pouco mais efetiva no curto prazo.

 

Clonidina e Nortriptilina

fármacos de segunda linha; são administrados quando as duas terapias de primeira linha não funcionam ou são contra-indicadas. Ambos mostraram ser tão eficazes quanto os medicamentos de primeira linha, mas têm um aumento no número de efeitos colaterais na maioria dos pacientes.

De forma isolada, clonidina e nortriptilina demonstraram duplicar o sucesso de abandono.

Os efeitos secundários são comuns nos utilizadores e incluem:

  • Clonidina: hipotensão e sonolência
  • Nortriptilina: sedação, náuseas, boca seca, constipação e retenção urinária.

Did you Know

Each year, 3000 non-smokers die of lung cancer primarily caused by secondhand smoke. More than 33,000 non-smokers die of secondhand smoke-related heart disease.

Bibliografia e informação adicional
Adelman WP. Nicotine replacement therapy for teenagers: about time or a waste of time? Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine. 2004;158(3):205–206
An LC, Partin M, Zhu SH, Arikian NJ, Nelson DB, Nugent SM, et al.Delivery of bupropion SR as part of a telephone counseling intervention for veteran smokers (POS1-040). Society for Research on Nicotine and Tobacco 10th Annual Meeting February 18-21, Phoenix, Arizona. 2004.
Bolliger CT, Zellweger JP, Danielsson T, van Biljon X, Robidou A, Westin Å, Perruchoud AP, Säwe U. Smoking reduction with oral nicotine inhalers: double blind, randomised clinical trial of efficacy and safety. Bmj. 2000 Aug 5;321(7257):329-33.
Boshier A, Wilton LV, Shakir SA. Evaluation of the safety of bupropion (Zyban) for smoking cessation from experience gained in general practice use in England in 2000. European journal of clinical pharmacology. 2003 Dec 1;59(10):767-73.
Britton J. Smoking cessation services: use them or lose them. Thorax 2004;59:548-9.
Brown J, Beard E, Kotz D, Michie S, West R. Real‐world effectiveness of e‐cigarettes when used to aid smoking cessation: a cross‐sectional population study. Addiction. 2014 Sep 1;109(9):1531-40.
Bullen C, Howe C, Laugesen M, McRobbie H, Parag V, Williman J, Walker N. Electronic cigarettes for smoking cessation: a randomised controlled trial. The Lancet. 2013 Nov 22;382(9905):1629-37.
Cahill K, Stead LF, Lancaster T, Polonio IB. Nicotine receptor partial agonists for smoking cessation. Sao Paulo Medical Journal. 2012;130(5):346-7.
Cahn Z, Siegel M. Electronic cigarettes as a harm reduction strategy for tobacco control: a step forward or a repeat of past mistakes?. Journal of public health policy. 2011 Feb 1;32(1):16-31.
Chang PH, Chiang CH, Ho WC, Wu PZ, Tsai JS, Guo FR. Combination therapy of varenicline with nicotine replacement therapy is better than varenicline alone: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. BMC public health. 2015 Jul 22;15(1):1.
Coe JW, Brooks PR, Vetelino MG, Wirtz MC, Arnold EP, Huang J, et al. Varenicline: an alpha4beta2 nAChR nicotinic receptor partial agonist for smoking cessation. Journal of Medicinal Chemistry 2005;48:3474–7.
Corelli RL, Hudmon KS. Medications for smoking cessation. Western journal of medicine. 2002 Mar;176(2):131.
Dale LC, Hurt RD, Offord KP, Lawson GM, Croghan IT, Schroeder DR. High-dose nicotine patch therapy – percentage of re- placement and smoking cessation. JAMA 1995;274:1353–8. [Med- Line: 1996042061].
DI Tool. Nicotine replacement therapy. http://jeffersonhospital.adam.com/content.aspx?productId=117&pid=1&gid=007438 (accessed 6/10/16).
Doll R, Peto R, Boreham J, Sutherland I. Mortality in relation to smoking: 50 years observations on male British doctors. BMJ 2004, 328: 1519
Etter JF, Bullen C. Electronic cigarette: users profile, utilization, satisfaction and perceived efficacy. Addiction. 2011 Nov 1;106(11):2017-28.
Ferguson J, Bauld L, Chesterman J, Judge K. The English smoking treatment services: one-year outcomes. Addiction 2005. 100 Suppl 2:59–69.
Fiore MC, Bailey WC, Cohen SJ, et al. Treating Tobacco Use and Dependence. Clinical Practice Guideline. Rockville, MD: Public Health Service; 2000
Fiore MC, Bailey WC, Cohen SJ, et al.Treating Tobacco Use and Dependence. A Clinical Practice Guideline. AHRQ publication No. 00-0032. Rockville, MD: US Dept of Health and Human Services, 2000
Fiore MC, Jaén CR, Baker TB, et al.Treating Tobacco Use and Dependence: 2008 Update. Clinical Practice Guideline. Rockville, MD: U.S. Department of Health and Human Services. Public Health Service, May 2008.
Fiore MC, Jorenby DE, Baker TB, Kenford SL. Tobacco dependence and the nicotine patch. Clinical guidelines for effective use. JAMA 1992;268:2687–94. [MedLine: 93059914].
Gibbons RD, Mann JJ. Varenicline, smoking cessation, and neuropsychiatric adverse events. American Journal of Psychiatry. 2013 Dec 1.
Gibbons RD, Mann JJ. Varenicline, smoking cessation, and neuropsychiatric adverse events. American Journal of Psychiatry. 2013 Dec 1.
GlaxoSmithKline Zyban (bupropion hydrochloride) Sustained Release Tablets. Product Information. 2006. Accessed 10 October 2016 URL: http://us.gsk.com/product/assets/us_zyban.pdf.
Goniewicz ML, Knysak J, Gawron M, Kosmider L, Sobczak A, Kurek J, Prokopowicz A, Jablonska-Czapla M, Rosik-Dulewska C, Havel C, Jacob P. Levels of selected carcinogens and toxicants in vapour from electronic cigarettes. Tobacco control. 2014 Mar 1;23(2):133-9.
Gonzales D, Rennard SI, Nides M, et al. Varenicline, an alpha4beta2 nicotinic acetylcholine receptor partial agonist, vs sustained-release bupropion and placebo for smoking cessation: a randomized controlled trial. JAMA. 2006;296:47–55.
Gourlay SG, McNeil JJ. Antismoking products. Medical Journal of Australia 1990;153:699–707.
Hajek P, Etter JF, Benowitz N, Eissenberg T, McRobbie H. Electronic cigarettes: review of use, content, safety, effects on smokers and potential for harm and benefit. Addiction. 2014 Nov 1;109(11):1801-10.
Hartmann-Boyce J, McRobbie H, Bullen C, Begh R, Stead LF, Hajek P. Electronic cigarettes for smoking cessation. Cochrane Database of Systematic Reviews 2016, Issue 9. Art. No.: CD010216. DOI: 10.1002/14651858.CD010216.pub3
Henningfield JE, Radzius A, Cone EJ. Estimation of available nicotine content of six smokeless tobacco products. Tobacco Control. 1995 Mar;4(1):57.
Hiscock R, Bauld L. Stop smoking services and health inequalities. London: National Centre for Smoking Cessation and Training. 2013.
Hollis JF, Lichtenstein E, Vogt TM, Stevens VJ, Biglan A. Nurse-assisted counseling for smokers in primary care. Annals of Internal Medicine 1993;118:521–5.
Hughes JR, Goldstein MG, Hurt RD, Shiffman S. Recent advances in the pharmacotherapy of smoking. JAMA. 1999;281: 72–6.
Hughes JR, Keely J, Naud S. Shape of the relapse curve and long-term abstinence among untreated smokers. Addiction. 2004;99, 29–38.
Hughes JR. Motivating and helping smokers to stop smoking. Journal of general internal medicine. 2003 Dec 1;18(12):1053-7.
Jorenby DE, Leischow SJ, Nides MA, et al. A controlled trial of sustained-release bupropion, a nicotine patch, or both for smoking cessation. N Engl J Med. 1999;340: 685–91.
Kralikova E, Kozak JT, Rasmussen T, Gustavsson G, Le Houezec J. Smoking cessation or reduction with nicotine replacement therapy: a placebo-controlled double blind trial with nicotine gum and inhaler. BMC Public Health. 2009 Nov 27;9(1):1.
Lader D , Meltzer H. Smoking related behaviour and attitudes, 2002. London: Office for National Statistics, 2003.
Lancaster T, Stead LF. Individual behavioural counselling for smoking cessation. The Cochrane Library. 2005 Jan 1.
Lancaster T, Stead LF. Self-help interventions for smoking cessation. In: The Cochrane Database of Systematic Reviews, 3, 2005.
Lunell E, Molander L, Ekberg K, Wahren J. Site of nicotine absorption from a vapour inhaler–comparison with cigarette smoking. European journal of clinical pharmacology. 2000 Jan 1;55(10):737-41.
Molyneux A, Lewis S, Leivers U, Anderton A, Antoniak M, Brackenridge A, Nilsson F, McNeill A, West R, Moxham J, Britton J. Clinical trial comparing nicotine replacement therapy (NRT) plus brief counselling, brief counselling alone, and minimal intervention on smoking cessation in hospital inpatients. Thorax. 2003 Jun 1;58(6):484-8.
Molyneux A. Nicotine replacement therapy. Bmj. 2004 Feb 19;328(7437):454-6.
Puska P, Korhonen HJ, Vartiainen E, Urjanheimo EL, Gustavsson G, Westin A. Combined use of nicotine patch and gum compared with gum alone in smoking cessation: a clinical trial in North Karelia. Tobacco Control 1995;4:231–5.
Rubinstein ML, Benowitz NL, Auerback GM, Moscicki AB. A randomized trial of nicotine nasal spray in adolescent smokers. Pediatrics. 2008 Sep 1;122(3):e595-600.
Santus GC, inventor; Pharmacia Ab, assignee. Nicotine lozenge and therapeutic method for smoking cessation. United States patent US 5,549,906. 1996 Aug 27.
Schneider NG, Olmstead RE, Franzon MA, Lunell E. The nicotine inhaler. Clinical pharmacokinetics. 2001 Sep 1;40(9):661-84.
Shepherd G. Adverse effects associated with extra doses of bupropion. Pharmacotherapy. 2005;25:1378–82.
Stapleton JA, Russell MA, Feyerabend C, Wiseman SM, Gustavsson G, Sawe U, Wiseman D. Dose effects and predictors of outcome in a randomized trial of transdermal nicotine patches in general practice. Addiction. 1995 Jan 1;90(1):31-42.
Stapleton JA, Sutherland G. Treating heavy smokers in primary care with the nicotine nasal spray: randomized placebo‐controlled trial. Addiction. 2011 Apr 1;106(4):824-32.
Stead LF, Lancaster T. Group behaviour therapy programmes for smoking cessation. Cochrane Database Syst Rev. 2005 Apr 18;2(2).
Stead LF, Perera T, Lancaster T. Telephone counselling for smoking cessation. Cochrane Database of Systematic Reviews 2006, Issue 3. [DOI: 10.1002/14651858.CD002850.pub2]
Steinberg MB, Zimmermann MH, Delnevo CD, Lewis MJ, Shukla P, Coups EJ, Foulds J. E-cigarette versus nicotine inhaler: comparing the perceptions and experiences of inhaled nicotine devices. Journal of general internal medicine. 2014 Nov 1;29(11):1444-50.
Thomas KH, Martin RM, Knipe DW, Higgins JP, Gunnell D. Risk of neuropsychiatric adverse events associated with varenicline: systematic review and meta-analysis. bmj. 2015 Mar 12;350:h1109.
Tonstad S, Tønnesen P, Hajek P, Williams KE, Billing CB, Reeves KR. Effect of maintenance therapy with varenicline on smoking cessation: a randomized controlled trial. JAMA 2006;296(1):64–71.
Vansickel AR, Eissenberg T. Electronic cigarettes: effective nico- tine delivery after acute administration. Nicotine Tob Res. 2013;15: 267–270.
Wang C, Xiao D, Chan KP, Pothirat C, Garza D, Davies S. Varenicline for smoking cessation: A placebo‐controlled, randomized study. Respirology. 2009 Apr 1;14(3):384-92.
Warner C, Shoaib M. How does bupropion work as a smoking cessation aid?. Addiction biology. 2005 Sep 1;10(3):219-31.
Wenig JR, Erfurt L, Kröger CB, Nowak D. Smoking cessation in groups—who benefits in the long term?. Health education research. 2013 Oct 1;28(5):869-78.
West R, May S, West M, Croghan E, McEwen A. Performance of English stop smoking services in first 10 years: analysis of service monitoring data. BMJ. 2013 Aug 20;347.
West R, McNeill A, Raw M. National smoking cessation guidelines for health professionals: an update. Thorax. 2000;55:987–999.
WHO: WHO Study Group on Tobacco Product regulation. Report on the scientific basis of tobacco product regulation: third report of a WHO study group. WHO Technical Report Series. 2009, Geneva: WHO, 955:
Wilkes S. The use of bupropion SR in cigarette smoking cessation. International journal of chronic obstructive pulmonary disease. 2008 Mar;3(1):45.
Yamin C. K., Bitton A., Bates D. W. E-cigarettes: a rapidly growing Internet phenomenon. Ann Intern Med 2010; 153: 607–9.
Yeh JS, Bullen C, Glantz SA. E-Cigarettes and Smoking Cessation. New England Journal of Medicine. 2016 Jun 2;374(22):2172-4.
Photos
NCQ14 by skywalker++. Available at https://www.flickr.com/photos/pireusplus/440159833/in/photolist-bzKirU-4pfLyy-bNDWzz-9y6g1Z-dadY3i-5QUcjh-6tskZV-9omTFM-6FvTWQ-6RJJiP-7mvBBo-acBguW-2a5p3p-fBusCR-bpF1mc-8ra4nZ-scEhvb-513P4P-3iDh4Y-7SEJHE-9UetT-QU8ToW-5oTEsD-6g3tub-4fHhWa-4fHhMB-4fMhQ9-4fHhDe-4fHhPX-4fHhq4-jvCsi-4fHhsT-4fHhRV-55Ut83-4fMhxS-4fHhxk-4fMhmf-4fHhz6-kQ9T9-4fMhKs-EJuDZ-8e4iM-6uHqFc-21rfKe-neCdq-ShSDTE-Ej3f2T-4fMhAo-4fMhgC-ETWbD Licensed under CC BY-NC-ND 2.0
Drugs by Cheryl Nolan. Available at https://www.flickr.com/photos/phoenixdailyphoto/1353083737/in/pool-artofnrt/ Licensed under CC BY-NC 2.0
Support to help smokers quit by Province of British Columbia. Available at https://www.flickr.com/photos/bcgovphotos/5704123287/in/photolist-iNpH9k-9G488e-9ibb4L-qAYCoR-9G6gxZ-Ej3f2T-DB9SFU-wCsHr7-H1YsXj-vY4gTd-wCzW12-wUkvLq Licensed under CC BY-NC-ND 2.0